terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

PELOS CAMPOS DE LAPIÁS

Nos primeiros dias de Novembro conforme agendado la fomos a procura dos famosos campos de Lapiás. Ponto de encontro: Olelas, uma pequena aldeia  a vinte e poucos quilómetros a Norte de Lisboa, na região de Sintra.
Depois de contadas e conferidas as almas, partimos em direção à Pedra Furada nos arredores de Negrais, a terra do famoso Leitão.



Pelos campos de Olelas






Chegámos então ao famoso campo de Lapiás de Negrais e admirámos esta pérola de formações geológicas calcárias resultantes de processos cársicos que formam um verdadeiro bosque petreo labiríntico de notável beleza.



Lapiás de Negrais










Lapiás



Trilho dos Lapiás




Bosque de Lapiás


 Um verdadeiro bosque encantado digno de qualquer história infantil e motivador de grandes enredos de sonho.






Trilho de Lapiás

E para nos fazer voltar à terra depois de tão inesperada incursão por bosques do além, eis que surgem a nossa frente as antenas parabólicas da Marconi de negrais assim a modos de uma aparição sobrenatural no meio de um verdejante campo de couves...



Antenas Marconi - PT




Antenas no Couval de Alfouvar


Depois desta bela surpresa seguimos pelos campos saloios até à serra de Olelas onde visitámos as ruínas de um castro pré-histórico mais conhecido pelo Castro Eneolitico de Olelas.








Ruínas do Castro


Marco Geodésico da Serra de Olelas


Em seguida descemos até ao fundo do vale da Calada para voltarmos a subir e visitarmos a gruta do arco que faz parte de um sistema de varias grutas existentes neste maciço e que já serviram de abrigo humano nos tempos pré-históricos.




Gruta do Arco





Depois deste périplo pelos vestígios pré-históricos de Olelas dirigimo-nos a um local histórico religioso mais recente, o santuário de Nossa Senhora da Piedade da Serra, local de antigas romarias.



Santuário de N. Senhora da Piedade da Serra


Após uma breve visita ao adro do santuário, descemos a encosta do monte Marçabel e voltámos a Olelas com mais uns kilómetros acumulados à nossa já longa história.





Até à próxima!