domingo, 14 de abril de 2013

Olha para mim!

Foto de Dulce Martins

Ama-me! Serei a tua ninfa redentora!
Ouvir-me-ás sem que nada te diga
Na passagem que deixas-te em aberto
Num estuário atordoante
Dum rio que já não corre.
Sentir-te-ei assim, ausente e sedutora,
E levarei comigo, entre arreios duma quadriga,
O silêncio duma noite no deserto,
Doce e reconfortante,
Para ser a fénix que não morre.

Joãocasaldafonte